É possível um planeta explodir ou colapsar?

Perguntas e Comentários FeitosCategoria: AstrofísicaÉ possível um planeta explodir ou colapsar?
Andrea perguntado 5 anos

Olá Leandro,

Sou de, e moro em Porto Alegre e tb fui estudante de Física (PUCRS) sendo que desde garoto me identifiquei com a Astronomia.
Pesquisando na web sobre um assunto me deparei com o seu blog sobre Astronomia.
Uma informação: 
É possível que um PLANETA supermassivo como Júpiter, por exemplo, caso por qualquer motivo entrasse em colapso e viesse a explodir (estou falando em uma suposição é claro) ou que seu campo gravitacional entrasse em colapso e origina-se um Buraco Negro?
  
Ou este processo só pode ocorrer única e exclusivamente com uma estrela ?  

P.S.  A hipótese levantada tb serviria para um exoplaneta supermassivo.  
  

Agradeço retorno !

Leandro Guedes Staff respondido a 5 anos

O Alex me enviou essa pergunta originalmente por e-mail, antes de existir o Fórum Astronomia, por isso está direcionada a mim. Agora, aqui no fórum, as perguntas podem ser respondidas por qualquer pessoa que possa contribuir construtivamente com uma resposta.

1 respostas
Leandro L S Guedes Staff respondido 5 anos

Olá, Alex

Que bom que encontrou o Blog, espero que ele lhe seja bastante útil! Física e Astronomia são áreas irmãs, eu diria até irmãs gêmeas! mantenha aceso seu interesse pela Astronomia, e ela, com toda certeza vai lhe trazer muita satisfação ao longo de toda a vida.

Não é possível um planeta, mesmo massivo como Júpiter explodir. Algumas nebulosas podem dar origem a estrelas. O gás e as partículas de poeira se aglutinam, primeiro por colapso gravitacional de uma parte da nebulosa, depois por um processo conhecido como acreção. No centro, onde você vai ter mais massa caindo, se formará o maior corpo, a estrela. No material que sobrou girando ao redor desse corpo central em formação (a nebulosa possui um movimento inicial, portanto, enquanto o material cai, ele também gira ao redor do centro), irá se formar ou outras estrelas, ou corpos menores como planetas, cometas, asteroides.

O que vai dizer se o corpo em formação será uma estrela ou não, e a quantidade de material acumulado. Aqui no nosso Sistema Solar, Júpiter é apenas um pouco menor que as menores estrelas que conhecemos, mas, para ter sido uma estrela, ele precisaria de mais de 70 vezes a sua massa.

A diferença de massa vai fazer com que em seu núcleo um objeto faça ou não as reações de fusão que dão o brilho e calor característicos das estrelas. Apenas se houver reações de fusão no interior, o objeto é uma estrela.

As explosões de supernova, que originam estrelas de nêutrons e buracos negros, só são possíveis em estrelas, por causa da instabilidade entre força gravitacional, que tende a jogar a estrela “para dentro de si”, e a força das reações termonucleares, que tendem a jogar o material da estrela para fora. Como os planetas não realizam as reações de fusão nuclear, não é possível um planeta explodir e dar origem a um buraco negro.

Espero ter ajudado. Se ainda ficou alguma dúvida, por favor, me avise.

Um Forte Abraço!
Leandro.