Alô, Tem Alguém Aí?

Há 50 anos, vibrações estelares captadas por um radiotelescópio seriam obras de ETs. Muitos acreditaram ser um código para estabelecer contato com os terráqueos. Em julho de 1967, a irlandesa Susan Jocelyn Bell Burnell (1943 – ) detectava acidentalmente com o radiotelescópio da Universidade de Cambridge, Inglaterra, um sinal muito regular – pulsos de radiação … Continue lendo “Alô, Tem Alguém Aí?”

Teste de uma Teoria Alternativa à Matéria Escura: Gravidade Emergente, de Erik Verlinde

A Ciência deve, com toda certeza, ser ousada. Uma manifestação dessa ousadia necessária é confrontar teorias antigas com novas, que podem fornecer uma melhor explicação a um certo fenômeno. Algumas vezes novas teorias substituem antigas; outras vezes, as novas se mostram insuficientes e se perdem pelo caminho, sendo esquecidas. Nas últimas décadas, poucas teorias têm sido … Continue lendo “Teste de uma Teoria Alternativa à Matéria Escura: Gravidade Emergente, de Erik Verlinde”

Novas Imagens da Pata do Gato e da Lagosta

Em uma das maiores imagens feitas por eles até hoje, com 49.511 por 39.136 pixels, o ESO (do inglês, European Southern Observatory), produziu o mais belo registro das nebulosas da Pata do Gato (NGC 6334) e da Lagosta (NGC 6357). Ambas são compostas predominantemente de hidrogênio e são regiões de intensa formação estelar. O brilho que percebemos é … Continue lendo “Novas Imagens da Pata do Gato e da Lagosta”

Primeira Detecção De Metanol Num Disco de Formação Planetária

Um grupo de astrônomos utilizando telescópios do observatório ALMA (Atacama Large Millimeter/Submillimeter Array) observou a presença de metanol em forma gasosa (CH3OH) no disco onde planetas estão se formando ao redor da estrela TW Hydrae, na constelação da Hydra. O metanol é uma molécula orgânica complexa, uma das maiores já observadas em discos protoplanetários, e encontrá-lo significa … Continue lendo “Primeira Detecção De Metanol Num Disco de Formação Planetária”