Bojo Galáctico

Região central de uma galáxia, que se distingue de outras estruturas galácticas. O termo é mais comumente utilizado para galáxias espirais, mas também aplica-se às elípticas.

Galáxia de Andrômeda, M31. Seu bojo é facilmente identificado.
Galáxia de Andrômeda, M31. Seu bojo é facilmente identificado.

NGC 4414, uma galáxia também com bojo facilmente identificável.
NGC 4414, uma galáxia também com bojo bastante destacado das outras estruturas.

 

Existem dois tipos de bojos:

Bojo Clássico

Possuem propriedade similares às das galáxias elípticas. As estrelas são antigas de população II, logo, mais avermelhadas. Estrelas com órbitas randômicas, produzindo uma estrutura proeminente.Não possuem muito gás o que faz com que esses bojos não tenham praticamente nenhuma formação estelar atualmente.

Bojo Disk-Like

Possuem propriedade similares às das galáxias espirais. As estrelas são jovens, e se deslocam de forma ordenada, de forma similar às estrelas do disco galáctico. Ainda possuem gás e alta taxa de formação estelar.

 

Leia Mais:

(em inglês)Galaxy Bulges and Elliptical Galaxies – Lecture Notes : http://arxiv.org/abs/1208.2295

Autor: Leandro L S Guedes

Sou Astrônomo da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro, faço doutorado no curso de História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia, pela UFRJ, e nesse ano de 2013 estou passando alguns meses na Universidade de Notre Dame, EUA. Tenho interesses em: Astronomia, História, Epistemologia, Filosofia da Ciência.

2 pensamentos em “Bojo Galáctico”

Os comentários estão desativados.