Titulo em português: Melancolia
Título Original: Melancholia
Diretor: Lars Vo Trier
Com: Kirsten Dunst, Charlotte Gainsbourg, Kiefer Sutherland, Alexander Skarsgård, Cameron Spurr, Charlotte Rampling, John Hurt as Dexter, Jesper Christensen, Stellan Skarsgård, Brady Corbet, Udo Kier.

Esse filme tem um dos vínculos com a Astronomia preferidos do cinema: uma catástrofe causada pelo impacto de um grande objeto com a Terra. E a catástrofe anunciada, nesse caso, não é nada menos que a destruição da Terra.  Mas, bem diferente dos filmes holliwoodianos que abordam o tema, Melancolia não retrata o drama de um ponto de vista impessoal e global, explorando o efeito da eminência do fim do mundo sobre todas as pessoas do planeta. Ao contrário, se concentra no drama humano de um grupo familiar antes e durante a eminência do impacto.

É um filme belíssimo e de uma sutileza sensacional. As diferentes personalidades evoluem gradualmente desde antes de qualquer suspeita  de uma tragédia até a certeza dela. Esse foi o segundo filme de von Trier que assisti, o outro foi Anticristo (que não possui nenhum detalhe astronômico, e não comentarei aqui no blog), e ambos possuem semelhanças estéticas como divisão em capítulos e uma introdução que procura transmitir parte da atmosfera psicológica do filme. As cenas são muito bonitas, mostrando uma preocupação de von Trier com a fotografia.

É um filme que vale muito a pena assistir, principalmente por usar o fim do mundo apenas como um pano de fundo para explorar a psiquê humana.

E as licenças poéticas Astronômicas do filme são perfeitamente aceitáveis. Isso deveria servir de exemplo para muitos filmes de ficção científica e de catástrofes holliwoodianos.

Um detalhe astronômico que me chamou a atenção foi o personagem de Kiefer Sutherland, o Astrônomo amador da família, confundir a estrela Antares, na constelação do Escorpião, com um objeto em rota de colisão com a Terra. Por mais avermelhado, como Antares, e por mais próximo visualmente que estivesse de Antares, qualquer pessoa acostumada com o céu jamais cometeria tal confusão. Uma licença poética, como disse, perfeitamente aceitável.

Outro detalhe é que o objeto, que se chama Melancolia, é grande e, logo, arredondado. Esse foi um detalhe interessante e bem feito! Colocaram um objeto bem grande para se chocar com a Terra e, em geral, os objetos grandes agregaram massa suficiente para sua força gravitacional produzir a forma arrendondada, bem diferente de cometas e da maioria dos asteroides. Legal, ponto para a preocupação com a qualidade científica! mas, por outro lado, é impossível que um objeto daquele tamanho no Sistema Solar fosse desconhecido dos Astrônomos até tão pouco tempo antes do impacto. É… aí, a preocupação com a qualidade científica deixou a desejar… Consideremos um empate, então!

Lars von Trier

Lars von Trier parece um cara que precisa aprender a tomar cuidado com o que fala, ou pensar um pouco mais antes de falar. Ele foi banido, com muita justiça, do festival de Cannes por citações nazistas. Depois disso, pediu desculpas e ainda tentou fazer uma boa política com Cannes. Trier permaneceu banido, mas seus filmes ainda podem participar do festival. Isso, talvez, não surpreenda vindo de um cara que tem uma palavra chula em inglês, de 4 letras, que começa com ‘F’ e termina com ‘K’ tatuado nas falanges proximais dos dedos mindinho, anular, médio e indicador da mão direita.

Esse é um cara de quem eu gosto muito do trabalho, mas cuja personalidade não é das mais simpáticas.

Publicado por Leandro L S Guedes

Sou Astrônomo da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro, faço doutorado no curso de História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia, pela UFRJ, e nesse ano de 2013 estou passando alguns meses na Universidade de Notre Dame, EUA. Tenho interesses em: Astronomia, História, Epistemologia, Filosofia da Ciência.

Copyright © 2009 - 2019 Astronomia.Blog.Br. All Rights Reserved. Created by Blog Copyright.