Estrelas Wolf-Rayet

Estrelas em estágio avançado de evolução e muito massivas, com mais de 20 massas solares quando estavam na sequência principal, que perdem massa rapidamente devido a ação de forte vento estelar, com velocidades superiores a 2000 Km/s.

São estrelas muito quentes, com temperatura superficial entre 30.000 K e 200.000 K, e luminosas, mas não muito brilhantes no visível, pois grande parte de sua emissão é no ultravioleta distante e raios-X moles.

Estrela HD 184738, ou Estrela de Campbell. Uma nebulosa planetária com uma Wolf-Rayet no centro.(Fonte: HST/NASA)
Estrela HD 184738, ou Estrela de Campbell. Uma nebulosa planetária com uma Wolf-Rayet no centro.(Fonte: HST/NASA)

Autor: Leandro L S Guedes

Sou Astrônomo da Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro, faço doutorado no curso de História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia, pela UFRJ, e nesse ano de 2013 estou passando alguns meses na Universidade de Notre Dame, EUA. Tenho interesses em: Astronomia, História, Epistemologia, Filosofia da Ciência.

24 pensamentos em “Estrelas Wolf-Rayet”

    1. Podemos com certeza! A primeira coisa que precisamos combinar é vc não me chamar de ‘senhor’ 😛 😀

      Já somos parceiros aqui nos comentários, na medida em que produzirmos mais conteúdos vamos nos citando. Me manda uma msg em pvt pela página do FB.

  1. Resumindo tudo escrito em todos esses comentários, quis dizer que agradeço o aviso, desculpe a quantidade de comentários alta, eu já estava usandoeu telescópio para outros estudos e espero que tenha gostado do meu blog.

  2. Senhor Guedes. O senhor está certo a respeito das postagem sobre o planeta e por isso já estava usando o telescópio para outros estudos. Espero que tenha gostado das outras postagens do blog.

  3. Obrigado por me avisar, espero que tenha gostado do blog . O planeta que eu estudei é como eu disse, é apenas um planeta hipotético,e apenas uma noção de como seria um possível planeta naquela estrela detectada por trânsitos.

        1. Gustavo, seria muito difícil fazer essa medições de variação de magnitude com tanta precisão utilizando equipamento disponível atualmente para uso doméstico. Você fala de uma precisão de 0,02 magnitudes, não há essa possibilidade. O Greika 36050 é um equipamento bem legal, parabéns por ele! Ele pode te mostrar coisas bem interessantes, utilize-o em sua capacidade, não se preocupe em obter dados possíveis apenas para equipamentos mais sensíveis. Você pode se enganar fazendo isso.

          1. Entendo, obrigado pelo conselho e o estudo do planeta é sobre um planeta hipotético, por isso eu tento realizar medições, sendo que elas são imperfeitas pois são feitas ao comparar estrelas com magnitudes próximas com as ditadas no texto.

            1. Senhor Guedes, o senhor estava certo, as minhas medições estavam imprecisas e meu telescópio não tinham como realizar essas medições. Por isso, estou usando meu telescópio para estudar outras coisas.

Os comentários estão desativados.